Veja como foram criadas as versões digitais do Grand Moff Tarkin e Princesa Leia em Rogue One

Veja como foram criadas as versões digitais do Grand Moff Tarkin e Princesa Leia em Rogue One

Ontem a noite a ABC News apresentou um segmento que mostrou o detalhado processo utilizado pela Industrial Light & Magic para criar as versões digitais da Princesa Leia de Carrie Fisher e o Grand Moff Tarkin de Peter Cushing.

Existe um caloroso debate entre fãs sobre estas versões digitais, mas eu acredito que eles conseguiram um resultado interessante, em especial no caso de Tarkin (que teve a vantagem de estar sempre em um ambiente escuro), Leia por outro lado apesar do bom resultado é mais fácil perceber o efeito digital, ainda sim levando em conta que os atores originais não foram utilizados é um feito considerável.

Vale lembrar também que os efeitos que vimos em Homem-Formiga com Michael Douglas e em Civil War com o Robert Downey Junior tem a vantagem de ainda terem os atores disponíveis se tratando de um processos que envolve apenas deixa-los visualmente mais jovens. No caso de Peter Cushing havia ainda o desafio da própria atuação, detalhes como a forma de sorrir, mexer os lábios e outros detalhes como você pode conferir abaixo:

The following two tabs change content below.

Redação GeekZilla

O GeekZilla é formado por profissionais das areas de Tecnologia, Tradução e Letras e Design.Algumas notícias não refletem necessáriamente a opnião do site a não ser quando declarado expressamente as fontes são externas.

Comments are closed.