5 motivos para assistir The Blacklist

5 motivos para assistir The Blacklist

The Blacklist é uma série de TV norte-americana do gênero espionagem e ação, lançada em 23 de setembro de 2013 pela rede NBC e, na semana seguinte, no Brasil pelo canal Sony. Fontes da NBC revelaram que a série teve o melhor retorno em elogios da última década após exibições-teste. A terceira temporada retornou no dia 1º de novembro, mesmo mês em que a série chega à um canal aberto de TV no Brasil.

Raymond Reddington (James Spader), um dos criminosos mais procurados pelo FBI, entrega-se a Divisão de Operações Especiais. Promete entregar diversos criminosos e terroristas desde que trate somente com Elizabeth Keen (Megan Boone), uma funcionária novata do FBI. Aparentemente não há ligação entre eles e também não revela o motivo dessa preferência.

Após encontrar Elizabeth, Reddington revela o nome de um criminoso internacional e seu plano de sequestrar a filha de um militar norte-americano. Após a  informação ser comprovada, este se torna apenas um dos nomes que integram a lista que Reddington chama de Blacklist. Criada ao longo de vinte anos, esta lista contém políticos, mafiosos, hackers, espiões e criminosos de alta periculosidade, que nem o FBI tem ciência, tornando a famosa lista dos foragidos mais procurados pelo FBI mera peça de publicidade.

Entretanto, para divulgar outros nomes, ele impõe diversas condições, como utilizar um rastreador implantado no pescoço, segurança e imunidade legal. Mas sua principal exigência é tratar somente com a agente Keen. Tanto o FBI como Elizabeth, mesmo relutante, passam a agir conforme as revelações de Reddington, contando assim os segredos que o FBI e os próprios agentes envolvidos na operação nunca imaginaram.

red e liz

Reddington e Keen

Para reforçar o quanto a série é boa, a redação do GeekZilla analisou a série e destaca cinco pontos pelos quais vale a pena acompanhar as 3 temporadas.

CONSTRUÇÃO DA ESTÓRIA

Vários profissionais são envolvidos em produções grandes e com o nível de ação que a série aborda. Desde o primeiro episódio, tudo é impecável, tirando alguns exageros comuns. Jon e todas sua equipe conseguiram criar realmente uma estória empolgante repleta de tiros, explosões e mortes. Se comparado à outras séries e filmes, The Blacklist é, sem dúvida, uma das melhores séries de espionagem/ação dos últimos tempos.

PREPARAÇÃO DOS PERSONAGENS

A escolha para os personagens de séries e filmes são sempre bem planejadas. Muitas vezes o resultado não é o esperado pelos fãs, mas de algum modo os produtores sempre sabem o que estão fazendo quando a série é uma super produção de um canal de TV com bons recursos financeiros.

Esta, em especial, possui uma bagagem brilhante no ramo da atuação. Todos possuem uma boa experiência com produções cinematrográficas, desde comédias românticas (toscas, por sinal) e boas produções de Hollywood.

Em 2014, a série ganhou um Globo de Ouro de Melhor Coordenação de Dublês em uma série, minissérie ou filme Dramático pelo trabalho de Cort Hessler, coordenador de dublês da série. O prêmio reflete exatamente o trabalho de todos os dublês para termos uma série muito boa visualmente.

AÇÕES DO GOVERNO, DA INICIATIVA PRIVADA E DO 3º SETOR NOS EFEITOS CATASTRÓFICOS DA SÉRIE

 Ninguém é inocente nesta série. Após conhecer melhor os planos de Reddington, toda a equipe da Divisão de Operações Especiais do FBI descobre o quanto o próprio Governo, ativistas e empresas privadas são capazes para adquirir mais poder. Ou para por em prática o que acham correto.

Cada “vilão” apresentado nos episódios está, de alguma forma, conectado com um plano maior. E é isto o que torna a série bem atrativa. Não é somente ação de criaturas emocionalmente perturbadas, é todo o processo de conhecer, ver a ação do “vilão” acontecer e pensar em como detê-lo. Para ser mais específico, estes três grandes setores, que são a base da sociedade, escondem mentiras e ninguém está disposto a pagar o preço sozinho quando uma delas é descoberta.

elenco the blacklist

Tom, Meera, Liz, Reddington, Ressler e Cooper

A CONEXÃO DE RED E LIZ

O seriado todo é sobre esta dupla. Claro, há abertura para explorar os demais personagens, mas basicamente todas as estórias têm como foco a relação de Red e Liz. Ela acaba não gostando dessa aproximação de Red por bagunçar sua vida entre as duas primeiras temporadas. E  ao final da segunda temporada acontece uma reviravolta na estória que faz Liz aceitar a ajuda e os conselhos de Red. Tudo o que sabemos até o início da terceira temporada é: Red ama muito a Liz, mas o por que deste amor paternal é desconhecido.

POSSUI UMA EXCELENTE TRILHA SONORA

E é claro que um dos fatores para a série ser brilhante é a sua trilha sonora. Todos os episódios há clássicos da música internacional. Há também aquelas músicas que você nunca ouviu e fica viciado pela adrenalina que a série passa. As séries de ação geralmente dão preferência para canções sem letras, para não distrair o público. Já a marca das séries adolescentes costuma utilizar muitas músicas do cenário pop.

Para uma prévia das playlists, você pode conferir o Spotify e no youtube.

As três temporadas da série estão disponíveis na Netflix!

The following two tabs change content below.

Joêni Kehl

Joêni Kehl

Jornalista, tradutora, amante de tudo que é geek e sempre salvando os reviews do GeekZilla. Realiza serviço voluntário todos os fins de semana. Ama fotografias, livros de todos os gêneros, filmes e séries. É semelhante a um hobbit.